Congo de Ouro

Capoeira e Percussão Romário Itacaré

Tenha em Mente que a percussão é uma das mais antigas formas de comunicação entre nós e nossos ancestrais
Aprenda RSS feed e encontre você mesmo! Prof Romário

Aquivo de março, 2013

Famadou Konate
Famoudou Konaté é um Pescussionista mestre Malinké da Guiné. Famoudou Konaté é um virtuoso de renome mundial do tambor djembe e sua orquestra. Um de apenas um punhado de mestres da tradição iniciada Malinké percussão, Famoudou é universalmente respeitado como um dos percussionistas do mundo mestre estréia djembe. Ele dedicou sua vida a realizar e preservar a música de seu povo, ajudando a elevar a orquestra djembe de suas raízes tradicionais de popularidade mundial. Famoudou nasceu em 1940 perto Sangbaralla, uma aldeia na região Hamana de Alta Guiné, o coração Malinké e berço da família dundunba de ritmos. Um prodígio de percussão, ele tocava bateria em festivais comunitários, com a idade de oito anos e logo estava na demanda como um djembefola toda a região. De 1959 a 1985, foi o solista Famoudou djembe chumbo para Les Ballets Africains de la République de Guinée, em turnê pelo mundo e tocando com virtuosismo impressionante. Durante este tempo, Famoudou mesmo criou muitos dos arranjos musicais, agora comuns em grupos de desempenho Oeste Africano todo o mundo. Em 1986, começou sua carreira Konaté ensino independente na Europa, ensinando e realizando com o Konaté Famoudou Ensemble, formada e gerida pela dupla lendária bateria de Berlim, “Djembe Tubabu” (Silvia Kronewald e Paulo Engel). No ano de 2000, Konaté foi convidado para os Estados Unidos pela primeira vez como um artista independente pelo Projeto Djembe Chicago. [1] Hoje, Konaté ensina e realiza anualmente em toda a Europa, Japão, Israel, América do Norte e na África Ocidental, incutindo uma geração de não-africanos percussionistas com um extraordinário nível de treinamento. Em 1996, ele recebeu um cargo de professor honorário em Didática da Prática Musical Africano da Universidade de Artes de Berlim. Ele produziu oito CDs, incluindo seu mais recente lançamento, Hamana Namun.

Famoudou Konaté is a Malinké master drummer from Guinea. Famoudou Konaté is a world-renowned virtuoso of the djembe drum and its orchestra. One of only a handful of initiated masters of the Malinké drumming tradition, Famoudou is universally respected as one of the world’s premiere djembe master drummers. He has dedicated his life to performing and preserving the music of his people, helping to elevate the djembe orchestra from its traditional roots to worldwide popularity. Famoudou was born in 1940 near Sangbaralla, a village in the Hamana region of Upper Guinea, the Malinké heartland and the birthplace of the dundunba family of rhythms. A percussive prodigy, he was drumming in community festivals at the age of eight and was soon in demand as a djembefola across the region. From 1959 to 1985, Famoudou was the lead djembe soloist for Les Ballets Africains de la République de Guinée, touring the world and performing with astounding virtuosity. During this time, Famoudou himself created many of the musical arrangements now common in West African performance groups worldwide. In 1986, Konaté began his independent teaching career in Europe, teaching and performing with the Famoudou Konaté Ensemble, formed and managed by the legendary drumming duo from Berlin, “Djembe Tubabu” (Silvia Kronewald and Paul Engel). In the year 2000, Konaté was invited to the United States for the first time as an independent artist by the Chicago Djembe Project.[1] Today, Konaté teaches and performs annually throughout Europe, Japan, Israel, North America and West Africa, instilling a generation of non-African drummers with an extraordinary level of training. In 1996, he received an honorary professorship in Didactics of African Musical Practice from the University of the Arts Berlin.[2] He has produced eight CDs, including his most recent release, Hamana Namun.

Mamady Keita

Mamady Keita (sobrenome, por vezes, também escrito Keita;. B Balandougou, Siguiri Prefeitura, Kankan Região, Guiné, Agosto de 1950) é um percussionissta mestre da nação do Oeste Africano da Guiné. Ele é especialista no tambor de mão em forma de taça chamado djembe. Ele também é o fundador da escola Mandingue Tam Tam de tocar tambores. Ele é um membro do grupo étnico Manding. Início da vida Keïta nasceu na pequena aldeia de Balandougou, Guiné, na prefeitura nordeste de Siguiri, perto da fronteira do Mali. Sua iniciação ao djembe começou com a idade de sete anos, sob Karinkadjan Kondé, ancião mestre djembefola de Balandugu, que o iniciou nos segredos do djembe. Keita foi educado nas tradições de sua aldeia, aprendendo a história e a música do povo Malinké. Na idade de 12, ele se tornou um membro do balé regional de primeira federal de Siguiri depois que Balanka Sidiki, um recrutador para o grupo, veio a Balandugu procurando artistas.

Mamadi Keïta. Mamady Keïta (surname sometimes also spelled Keita; b. Balandougou, Siguiri Prefecture, Kankan Region, Guinea, August 1950) is a master drummer from the West African nation of Guinea. He specializes in the goblet-shaped hand drum called djembe. He is also the founder of the Tam Tam Mandingue school of drumming. He is a member of the Manding ethnic group. Early life Keïta was born in the small village of Balandougou, Guinea, in the northeastern prefecture of Siguiri, near the border of Mali. His initiation to the djembe started at the early age of seven, under Karinkadjan Kondé, elder master djembefola of Balandugu, who initiated him to the secrets of the djembe. Keïta was educated in the traditions of his village, learning the history and music of the Malinke people. At the age of twelve, he became a member of the first regional federal ballet of Siguiri after Balanka Sidiki, a recruiter for the group, came to Balandugu looking for performers.